Sinopse

   Quem disse que a sinopse é o carma do leitor estava errado, isso é pouco para descrever o desespero de encarar esse monstro chamado sinopse, são tantas regras para escrever, como resumir sua obra em algumas linhas, sem dar nenhum spoiler sobre o texto, fazendo com que o leitor se interesse sobre a sua obra, que você acha maravilhosa (e no meu caso realmente é).

   Eu não acho difícil escrever, muito pelo contrario, escrever é emocionante e com a pratica, cada vez mais fluido, o problema não é escrever e sim pensar em algo a ser dito sobre a sua obra para que alguém que não seja você (ou seus familiares e amigos) se interesse pela obra.
   A sinopse consiste em escrever algo sobre o que você escreveu, sem revelar o que você escreveu e tendo em mente que o que você escrever tem que ser motivador para quem quer ler a sua escrita. 
   Ficou confuso com essa frase? Agora imagina ter que escrever isso.
   Deveriam existir cursos sobre como escrever uma sinopse, ou talvez uma profissão, uma pessoa que escreve sinopses por dinheiro. Talvez até exista, mas nunca procurei, então não sei dizer.
   Acho que devo começar pela seguinte frase: O que falar dessa obra que escrevi e considero pacas?

   Talvez a partir dai a coisa se desenrole e vire algo que alguém algum dia por acaso ouça e diga, poxa que sinopse legal! Acho que essa é a esperança de todos que escrevem uma sinopse.

   Mas chega de regras, chega de mimimi… Vamos escrever e o ver que vai sair dessa coisa.

Vizualizações: 1731 |

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Poxa! Que sinopse legal. Se tivese conversado antes teria achado que fui eu. kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *