Para escritores de livros à rodapés

É preciso de muita criatividade para ser um escritor, seja desde um escritor de blogs, notícias ou até de livros, acredite isso é uma tarefa ingrata e algumas vezes massante e ao mesmo tempo muito gratificante. Quando se está no ramo de escrever é comum se ouvir falar de bloqueio de escritor. 
Existem vários tipos de bloqueio que alguém que está escrevendo experimenta. Como medo de ser rejeitado pelo que escreve, experiências anteriores ruins com a escrita,o fato de não se considerar apto a escrever alguma coisa legal. Seja qual for o motivo, o bloqueio atrapalha desde escritores amadores, até os mais famosos.

Escrever algo interessante, algo que todos gostariam de ler, as vezes é um desafio, mas o mais importante é não se importar! Como assim não se importar? Não se importar com

alguma coisa, não quer dizer que você não irá se dedicar a ela, não quer dizer que você não vai tentar escrever algo legal, simplesmente quer dizer que você não vai ligar sobre o que falam sobre o que está escrevendo e isso inclui principalmente você.

Para começar a escrever, você deve primeiramente parar de se importar se o que você vai escrever é bom o suficiente para o que você acha que deveria ser bom o suficiente, é quase impossível se agradar, ainda mais quando você fica se comparando a outras pessoas. Não importa onde você vai começar a escrever, seja no papel, no computador ou até em um saco de pão, o que importa é começar de algum lugar.
Para continuar escrevendo, você não deve se importar em ser rejeitado, um pensamento muito comum em alguém que está escrevendo é “O que será que fulano vai falar quando souber que eu escrevi isso?” Esse é o veneno que irá te desanimar de sua escrita, eu realmente escrevo muita merda nesse blog… e nem por isso estou preocupado em o que vão achar de mim ou não, o importante é escrever por escrever.
Para terminar de escrever é importante ignorar muitas opiniões, muitas pessoas vão te elogiar abertamente e muitas outras, te criticar anonimamente, mas é preciso não desanimar. É preciso ter em mente que sua escrita, apesar de não agradar a todos, tem um público alvo. Por exemplo, se você escrever sobre sacrifícios ritualísticos de animais em rituais satânicos, provavelmente sua vó não vai gostar muito de ler seu texto, mas alguém no mundo pode estar procurando exatamente por isso!
Encontre seu publico alvo, se você não agradar eles, não se desanime, aprenda com seus erros e continue escrevendo.
Lembre-se, você só melhora praticando, ninguém pega um violão pela primeira vez e toca musica clássica, espere escrever muita merda antes de alguém gostar de seus textos.
E por ultimo, ninguém faz algo bom sem saber da teoria, por isso leia, leia e leia muito, só assim você vai poder escrever com maior segurança e propriedade.
Boa sorte!
Vizualizações: 844 |

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *